Lançamento de romance e debate marcam o encontro de dois premiados autores da nova geração – Jacques Fux e Luisa Geisler

0 Comentários

30/07/2014 às 15:19

Eles estrearam recentemente na literatura, em 2011, mas já acumulam prêmios importantes e reconhecimento da crítica. O mineiro Jacques Fux e a gaúcha Luisa Geisler, expoentes da nova safra de escritores do país, discutem os rumos da literatura brasileira contemporânea na 66ª edição do projeto Ofício da Palavra, abrindo a temporada do segundo semestre. O encontro tem a mediação do curador do projeto, o jornalista José Eduardo Gonçalves.

 

O Ofício da Palavra com Jacques Fux e Luisa Geisler é no dia 05 de agosto, terça-feira, às 19h30, no Museu de Artes e Ofícios. A entrada é franca.

 

Ambos chegam com ótimas credenciais.  Nascida em Canoas (RS), em 1991, Luisa Geisler já arrebatou dois Prêmios SESC de Literatura – com o livro Contos de Mentira (Record, 2011) e o romance Quiçá (Record, 2012). A autora recebeu elogios de escritores como Raimundo Carrero, Cristovão Tezza e Luiz Antônio de Assis Brasil. Ela também foi incluída na mais importante antologia de jovens autores brasileiros, organizada pela revista britânica Granta.  Durante o encontro do Ofício da Palavra, ela faz o lançamento nacional do romance Luzes de emergência se acenderão automaticamente, livro que marca a estreia da autora na Alfaguara. Aos 23 anos, Luisa é também uma universitária e estuda Relações Internacionais e Ciências Sociais em Porto Alegre, mas se considera mesmo uma escritora.

 

Já o acadêmico multidisciplinar Jacques Fux, nascido em 1977, em Belo Horizonte, surpreendeu com o romance Antiterapias, lançado em 2012 pela editora mineira Scriptum e vencedor do prestigiado Prêmio São Paulo de Literatura de 2013, na categoria Autor Estreante até 40 anos. O júri considerou “Fux uma grande revelação, com sua prosa dilacerante”. Formado em Matemática, Mestre em Ciência da Computação e Doutor em Literatura Comparada pela UFMG e Docteur em Langue, Littérature et Civilisation Françaises pela Université de Lille 3, Jacques Fux publicou em 2011 seu primeiro livro, Literatura e Matemática: Jorge Luis Borges, Georges Perec e o OULIPO, versão de sua premiada tese. Em 2012 ganhou o Prêmio Capes de Tese 2011 pela melhor tese do Brasil de Letras/Linguística de 2010. Já morou em diversos países (Israel, EUA, França, Argentina) realizando pesquisas para seus trabalhos acadêmicos. Atualmente ele prepara um novo romance, para a editora Rocco.

 

O projeto Ofício da Palavra tem o patrocínio da Petrobras e para manutenção de suas atividades, o Museu de Artes e Ofícios conta com o patrocínio máster da Oi, o patrocínio da Gerdau, Itaú e Cemig/Governo de Minas e o apoio do Instituto Oi Futuro, Hospital Mater Dei, CBMM, CBTU e Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, e com os benefícios das Leis Federal, Estadual e Municipal de Incentivo à Cultura.

 

SERVIÇO

Ofício da Palavra com Luisa Geisler e Jacques Fux

Local: Museu de Artes e Ofícios – Praça da Estação

Data: 05 de agosto, terça-feira, 19h30

Entrada franca

 

Assessoria de imprensa e comunicação

Conceito Comunicação Estratégica

Rômulo Medeiros

(31) 3225-1888

conceito@conceitocomunicacao.com.br

Rua Alagoas, 1314, sala 408 – Savassi – BH