Ofício da Música

0 Comentários

09/10/2013 às 17:15

O Museu de Artes e Ofícios (MAO) recebe a Orquestra Mineira de Brega no projeto “Ofício da Música”, sob curadoria de Poti Castro. O evento ocorre no dia 08 de outubro, terça-feira, às 19h30, com entrada gratuita, no MAO – Praça da Estação, Centro. O repertório da OMB, sempre berrado e suado em catarse pelo público, vai dos clássicos brasileiros do gênero, como “Fogo e Paixão” de Wando e “Agüenta Coração” de José Augusto, aos hits gringos do peito como “It must have been love” do Roxette e “Total Eclipse of the Heart” de Bonnie Tyler, no melhor estilo “good times” de um famoso programa de rádio de BH. Nos poucos momentos sem histeria, a orquestra introduz carinhosamente a arte de heróis menos conhecidos do brega nacional como Heleno Julião e Evaldo Braga. A formação da banda não é fixa, com mudanças constantes a cada show e mesmo em cima do palco, onde há grande revezamento de instrumento e quase todos cantam. A Orquestra Mineira de Brega não aceita integrantes que não tenham sofrido de amor.