MAO realiza debate em torno do tema “Ofício de Trançadeiras”

0 Comentários

23/11/2015 às 13:28

O Museu de Artes e Ofícios encerra a programação do projeto Ampliando Horizontes, em 2015, com apresentação do tema “Ofício de Trançadeiras”, para o qual recebe Adriana Moreira de Assis, Aydé Lewa, Betina Borges, Dora Lúcia Alves, Flávia Alves Silva, Isabel Goes Cupertino, Mariama Seidi (Guiné Bissau), Pabline Santana, Pedro Henrique Alves da Silva, Sheruba Goferay, Valéria Silva, todos profissionais desse ofício, que vão falar de seus trabalhos com o intuito de promover uma reflexão sobre a temática de tecer, trançar e adereçar os cabelos. O debate contará com a mediação de Mara Catarina Evaristo – Coordenadora do Núcleo de Relações Étnico-Raciais/GAPE/Secretaria Municipal de Educação/Prefeitura Municipal de Belo Horizonte (PBH). O evento ocorre no dia 25 de novembro, quarta-feira,  às 19h, no MAO, localizado na Praça da Estação, 600. A entrada é gratuita.

Faça sua inscrição pelo link: http://goo.gl/forms/HhbO6YFDJf

O evento ocorre em parceria com o Núcleo de Estudos Étnico Racial da PBH, cujo objetivo é sensibilizar o olhar da população em relação as temáticas africanas, sobretudo nos estilos de cabelo (cabelos crespos, cacheados, com tranças, estilo Black Power etc.). “O Museu de Artes e Ofícios apresenta diversos ofícios, porém, não tem a pretensão de apresentar todos os ofícios do período pré industrial brasileiro. Entendemos que todo espaço de memória é formado por presenças e também ausências. E é exatamente, uma destas ausências que o Projeto Ampliando Horizontes tem o prazer, nesta edição de elucidar, revelando uma temática contemporânea e urgente, como o Ofício de Trançadeiras”, destaca Naila Mourthé, coordenadora do setor educativo do Museu de Artes e Ofícios.

 

Ampliando Horizontes

Promovido desde 2008, o “Ampliando Horizontes” faz parte das ações do programa “Trilhas e Trilhos”, realizado pelo Setor Educativo do MAO. Esta ação, oferecida pelo Museu, propõe a criação de um espaço de discussão e debate sobre diversos temas relacionados à instituição museu, patrimônio, universo do trabalho, cultura entre outros. Este projeto é voltado aos educadores que visitam o MAO e a todos os interessados nos temas propostos. Os encontros acontecem uma vez por mês, com a duração de aproximadamente 1h20, sendo 40 minutos de palestra, seguidos por debate com os presentes. O intuito é estimular a reflexão sobre as múltiplas possibilidades de exploração sensível da temática apresentada no MAO. Representantes das artes plásticas, literatura, cinema, música, dança e intelectuais serão convidados para realizar esta tarefa.

 

MAO

Para manutenção de suas atividades, o Museu de Artes e Ofícios conta com o patrocínio máster da Oi, o patrocínio da Gerdau, Itaú e Cemig/Governo de Minas e o apoio do Instituto Oi Futuro, Hospital Mater Dei, CBMM, Mascarenhas Barbosa e Roscoe, CCR, CBTU e Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, e com os benefícios das Leis Federal, Estadual e Municipal de Incentivo à Cultura.

 

Serviço

Ampliando Horizontes Ofício de Trançadeiras

Data/Hora: 25 de novembro, quarta-feira, às 19h

Local: Museu de Artes e Ofícios – Praça da Estação, 600 – Entrada Gratuita

Fazer a inscrição pelo site: www.mao.org.br até o dia 25 de novembro. Os participantes recebem certificado.

 

Serviço MAO:

Museu de Artes e Ofícios (Praça da Estação, 600, Centro, Belo Horizonte)

Horários de Visitação:

Terça a sexta-feira, de 12h às 19h

Quarta-feira e quinta-feira, de 17h às 19hs entrada gratuita

Sábado, Domingo e Feriado, de 11h às 17h – sendo sábado com entrada gratuita

Valor da entrada: R$ 5,00, com meia entrada conforme a Lei.

Professores e estudantes tem entrada gratuita.