MAO abre sétima turma do Programa Valor Social

0 Comentários

27/05/2015 às 18:24

O Museu de Artes e Ofícios, por meio do Instituto Cultural Flávio Gutierrez (ICFG), inicia mais uma turma do Curso de Qualificação de Jovens em Conservação, parte do Programa Valor Social. Trata-se do sétimo grupo, formado por 30 jovens com idade entre 17 e 21 anos, residentes em Belo Horizonte e Nova Lima, de ambos os sexos, que vão participar das atividades até o mês de outubro de 2015. Para marcar o inícios das aulas, os futuros restauradores são convidados a assistir a aula magna ministrada pelo Coordenador da Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Cultural e Turístico do Estado de Minas Gerais, Dr. Marcos Paulo de Souza Miranda, no dia 02 de junho, terça-feira, às 14h, no Museu de Artes e Ofícios, com entrada gratuita.

Na aula inaugural, o palestrante abordará o tema “Educação Patrimonial”, utilizando imagens que remetem a uma profunda reflexão sobre o quê valorizamos. O objetivo é que os alunos percebam, paulatinamente, que respeitamos aquilo que conhecemos, compreendendo a importância de conhecer mais sobre a nossa história e sobre nós mesmos. O encontro será contextualizado com a história da Praça da Estação, local no qual o Museu de Artes e Ofícios está inserido e onde são desenvolvidas as atividades do curso de Qualificação destes jovens. Os vínculos com relação ao espaço e ao tema da preservação serão assim estabelecidos e a reflexão aprofundada com a apresentação dos trabalhos desenvolvidos pela Promotoria por ele representada.

O curso tem duração de cinco meses, com aulas de segunda a quinta-feira. Os 30 jovens selecionados serão divididos em duas turmas de 15 alunos, em dois turnos, manhã e tarde. Todos receberão alimentação, transporte, material do curso, bolsa auxílio de R$ 200,00 mensais, visitas técnicas às cidades históricas, espaços culturais e prédios históricos. As aulas do curso acorrem no Laboratório de Conservação do Museu de Artes e Ofícios, na região central de Belo Horizonte.

O Programa Valor Social busca associar cidadania, arte, cultura e preservação do patrimônio, visando a promoção do desenvolvimento humano e criação de oportunidades para inserção de jovens no mundo do trabalho. Desde a abertura do programa, em 2008, 180 jovens foram qualificados. Atualmente, mais de 80% dos ex-alunos estão inseridos no mercado de trabalho. “O objetivo é oferecer a talentosos adolescentes em situação de vulnerabilidade social uma opção de formação profissional. E, ao mesmo tempo, suprir a demanda de uma mão de obra especializada para a qual existe grande demanda em Minas Gerais, estado com um dos mais importantes e valiosos patrimônios culturais do país”, destaca Angela Gutierrez, idealizadora do programa e presidente do ICFG – Instituto Cultural Flávio Gutierrez.

Para alcançar efetivamente os objetivos propostos, o programa Valor Social é patrocinado pela Gerdau e conta com o apoio da Prefeitura de Belo Horizonte – Secretaria Municipal Adjunta de Trabalho e Emprego, da Prefeitura de Nova Lima – Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, e com a parceria da Fundação Dom Cabral.

MAO

Para manutenção de suas atividades, o Museu de Artes e Ofícios conta com o patrocínio máster da Oi, o patrocínio da Gerdau, do Itaú e Cemig e o apoio do Instituto Oi Futuro, Hospital Mater Dei, CBMM, CBTU, Marcarenhas Barbosa e Roscoe, CCR e Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, e com os benefícios das Leis Federal, Estadual e Municipal de Incentivo à Cultura.

 Serviço:

Aula Inaugural Valor Social 2015  para os alunos selecionados –  com o Coordenador da Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Cultural e Turístico do Estado de Minas Gerais, Dr. Marcos Paulo de Souza Miranda

Dia 02 de junho, terça-feira, às 14h, no Museu de Artes e Ofícios

Serviço MAO:

Museu de Artes e Ofícios (Praça da Estação, Centro, Belo Horizonte)

Horários de Visitação:

Terça e sexta-feira, de 12h às 19h

Quarta-feira e quinta-feira, de 12h às 21hs – sendo de 17h às 21h, com entrada gratuita

Sábado, Domingo e Feriado, de 11h às 17h – sendo sábado com entrada gratuita

Valor da entrada: R$ 5,00, com meia entrada conforme a Lei.

Professores e estudantes tem entrada gratuita.