Livro Ofício da Palavra recebe prêmio de melhor Livro Teórico 2015

0 Comentários

18/06/2015 às 17:50

O livro Ofício da Palavra, organizado por José Eduardo Gonçalves, acaba de receber o Prêmio Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil – FNLIJ Cecília Meireles como o Melhor Livro Teórico 2015. Criado em 1975, o prêmio é a distinção máxima concedida aos melhores livros publicados no Brasil. A entrega aconteceu no dia 10 de junho, no Rio de Janeiro. Na foto, Aníbal Bragança da Associação Brasileira das Editoras Universitárias, Maria Amélia Mello, da Editora Autêntica e à direita o curador do Ofício da Palavra José Eduardo Gonçalves.

O livro surgiu a partir dos encontros realizados com escritores pelo projeto do Instituto Cultural Flávio Gutierrez – ICFG, que ocorre todos os meses no Museu de Artes e Ofícios, com a curadoria de José Eduardo Gonçalves.

Trata-se de um  livro intenso, revelador e cheio de boas histórias, com a primeira seleção de alguns dos melhores encontros realizados desde o seu início do projeto, em novembro de 2006. São 11 autores que refletem o que há de melhor na literatura contemporânea em língua portuguesa: Luiz Ruffato, Milton Hatoum, Ferreira Gullar, Cristovão Tezza, Bernardo Carvalho, Silviano Santiago, Ignácio de Loyola Brandão, Daniel Galera, Maria Esther Maciel, Carola Saavedra e Gonçalo M.Tavares. Todos craques na arte de seduzir pela palavra. Cada depoimento, editado especialmente para esta publicação, em ordem cronológica de apresentação, é um mergulho profundo no universo dos que vivem do ofício da escrita. Dos métodos de trabalho ao reconhecimento de influências, dos detalhes envolvendo a tessitura de um livro à relação com crítica e leitores, o que se expõe aqui é muito mais do que a biografia de escritores relevantes. Em seu conjunto, trata-se de um retrato raro e emocionante da literatura produzida hoje em nossa língua, na voz direta de seus protagonistas.