quarta-feira, 05 d agosto d 2015 - Aberto de 12H00 às 21H00
12H00 - 19H00

Museu de Artes e Ofícios recebe exposição internacional “Escassez |Desperdício”, do Prêmio Syngenta de Fotografia

0 Comentários

05/08/2015 às 12H00

O Museu de Artes e Ofícios – MAO – recebe a mostra coletiva “Escassez| Desperdício”, promovida pelo “Prêmio Syngenta de Fotografia”. A exposição é fruto da segunda edição da premiação internacional promovida pela Syngenta, que busca por meio da fotografia estimular o diálogo e promover a conscientização sobre desafios globais de alimentar e prover energia a um mundo em crescimento, mas com recursos limitados. Realizada originalmente em Londres, na Somerset House, a exibição já esteve em São Paulo, e fica em cartaz de 5 a 23 de agosto em Belo Horizonte, seguindo depois para o Rio de Janeiro.

Curada pela consultoria londrina Candlestar, a mostra propõe um roteiro em que o visitante é recebido na primeira sala expositiva por oito trabalhos de Mustafah Abdulaziz, norte-americano vencedor daCompetição Profissional por seus trabalhos sobre a água. Em seu processo de pesquisa e produção, o fotógrafo visitou lugares como Serra Leoa, Índia, Paquistão e Etiópia. Em seguida, apresentam-se os trabalhos do segundo colocado, o fotógrafo Rasel Chowdhury, cuja série traz seis imagens da urbanização desenfreada às margens do Rio Buriganga, em Dhaka, Bangladesh. Adiante, os visitantes poderão conhecer os oito trabalhos da série “Consumo”, produzida pelo terceiro colocado, o inglês Richard Allenby-Pratt, que retratou aspectos da cadeia produtiva da vida contemporânea.

O fotógrafo alemão Benedikt Partenheimer é o vencedor na categoria Competição Aberta com a série “Shiziazhuang, AQI 360”. Trata-se de um retrato panorâmico de uma linha do horizonte extremamente poluída e quase irreconhecível da cidade de Shiziazhuang, na China. O segundo e o terceiro prêmios da Competição Aberta foram concedidos a Camille Michel (França) e Stefano De Luigi (Itália), que também têm suas séries expostas. Stefano estará em Belo Horizonte no dia 11 de agosto para palestra aberta ao público, sob a mediação de Iatã Cannabrava, renomado fotógrafo e também jurado desta edição do “Prêmio Syngenta de Fotografia”.

As demais obras estarão divididas em quatro salas temáticas: “Planeta sob Pressão”, “Nossa Pegada”, “Desperdício de Alimentos” e “Moldando Nosso Futuro”. Os dois primeiros ambientes ilustram os impactos provocados por fatores como o aumento da população e a crescente demanda por recursos. Já o terceiro, contrasta com os anteriores, ao expor a oferta e a má distribuição de alimentos em algumas regiões do mundo. Por fim, a última sala exibe situações que mostram que é possível solucionar esses problemas para gerações futuras.

Sobre o Prêmio Syngenta de Fotografia 2015

Mais de dois mil fotógrafos profissionais e amadores de todo o mundo participaram da competição promovida pela Syngenta, que visa estimular o diálogo e melhorar a conscientização sobre os desafios globais de alimentar e prover energia a um mundo em crescimento, por meio da fotografia. Para a Competição Profissional, os fotógrafos apresentaram uma série de 5 a 10 imagens sobre o tema “Escassez | Desperdício”.

A Competição Aberta foi destinada a fotógrafos maiores de 18 anos, amadores, profissionais ou estudantes. Eles apresentaram entre 1 e 3 imagens  explorando o mesmo tema.