quinta-feira, 25 d setembro d 2014 - Aberto de 12H00 às 21H00
19H30 - 21H00

MAO recebe o antropólogo Celso Luiz Prudente, no Ampliando Horizontes

0 Comentários

25/09/2014 às 19H30

O Museu de Artes e Ofícios dá seqüência ao projeto Ampliando Horizontes recebendo o antropólogo, professor e cineasta, Celso Luiz Prudente, para debate sobre o tema “Cosmovisão Africana”. Dentre os pontos a serem abordados está a compreensão ontológica da arte negra no processo de reconstrução da imagem de afirmação positiva da africanidade, percebido na dimensão pedagógica do cinema negro. O evento ocorre no dia 25 de setembro, quinta-feira, às 19h30, com entrada gratuita, no MAO, localizado na Praça da Estação.

 

De acordo com Celso Luiz, na cosmovisão africana antiga não existia lugar para o preconceito, pois esta se baseava no respeito à biodiversidade. O discernimento do respeito bioambiental, talvez fosse a gênese do respeito à diversidade. “É sensato supor que a arte negra consubstancia-se enquanto arte de causa; considerando que sua teleologia indica para o resgate da ontologia do afrodescendente, que se estabelece na possível esfericidade do saber africano, que é negado na lineralidade clássica que concorreu para a lógica acumulativa do pensamento ocidental. Abordagem que traz à baila a necessidade da reconstrução da imagem positiva da africanidade presente na  dimensão pedagógica do Cinema Negro, no qual o afrodescendente reocupa o papel de sujeito histórico”, explica. 

 

CELSO LUIZ PRUDENTE é antropólogo, cineasta, educador, doutor em Cultura pela Universidade de São Paulo (USP). É pesquisador do NEINB – USP – Núcleo de Estudos e Pesquisas Interdisciplinares sobre o Negro Brasileiro da Universidade de São Paulo. É Curador da Mostra Internacional do Cinema Negro. É acadêmico da ALAMI – Academia de Letras, Artes de Música de Ituiutaba.

Ampliando Horizontes

Promovido desde 2008, o “Ampliando Horizontes” faz parte das ações do programa “Trilhas e Trilhos”, realizado pelo Setor Educativo do MAO. Esta ação, oferecida pelo Museu, propõe a criação de um espaço de discussão e debate sobre diversos temas relacionados à instituição museu, patrimônio, universo do trabalho, cultura entre outros. Este projeto é voltado aos educadores que visitam o MAO e a todos os interessados nos temas propostos. Os encontros acontecem uma vez por mês, com a duração de aproximadamente 1h20, sendo 40 minutos de palestra, seguidos por debate com os presentes. O intuito é estimular a reflexão sobre as múltiplas possibilidades de exploração sensível da temática apresentada no MAO. Representantes das artes plásticas, literatura, cinema, música, dança e intelectuais serão convidados para realizar esta tarefa.

MAO

Para manutenção de suas atividades, o Museu de Artes e Ofícios conta com o patrocínio máster da Oi, o patrocínio da Gerdau, do Itaú e Cemig e o apoio do Instituto Oi Futuro, Hospital Mater Dei, CBMM, CBTU, CCR e Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, e com os benefícios das Leis Federal, Estadual e Municipal de Incentivo à Cultura.

Serviço

Ampliando Horizontes com Celso Luiz Prudente

Data/Hora: 25 de setembro de 2014, quinta-feira, às 19h30

Local: Museu de Artes e Ofícios – Praça da Estação, nº 600 – Entrada Gratuita

Serviço MAO:

Museu de Artes e Ofícios (Praça da Estação, Centro, Belo Horizonte)

Horários de Visitação:

Terça e sexta-feira, de 12h às 19h

Quarta-feira e quinta-feira, de 12h às 21hs – sendo de 17h às 21h, com entrada gratuita

Sábado, Domingo e Feriado, de 11h às 17h – sendo sábado com entrada gratuita

Valor da entrada: R$ 5,00, com meia entrada conforme a Lei.

Professores e estudantes tem entrada gratuita.

Assessoria de imprensa

Jozane Faleiro – jozane@ab.inf.br / (31) 9204.6367 / 3261.1501