Buscando ampliar sua atuação, o MAO, por meio de seu Setor Educativo participa de importantes projetos junto a instituições de ensino de amplo reconhecimento.

 

Tematizando os Ofícios – UFMG – PUC Minas – UEMG:   2009 a 2014

O Projeto “Tematizando os Ofícios”, em desenvolvimento no Museu de Artes e Ofícios, visa à investigação das possibilidades de abordagem de temas e acervos museais e à formulação perspectivas de aprendizagem histórica, sua compreensão e investigação na visita escolar; afiniza-se às propostas de acesso ao uso do museu pela escola de forma reflexiva e protagonista pelo professor.

Prevê investigação da potencialidade educativa de objetos, problemas e contextos expositivos num Museu que tem o trabalho artífice e os ofícios como motes de constituição preferencial de seu acervo e de suas ações sócio-educativas.

Para ver o Tematizando Ofícios – O Couro em Perspectiva – clique aqui; 

 

A vida e a Voz dos Ofícios: educação e memória no Museu de Artes e Ofícios – PUC Minas     2014 /2015

O Projeto Memória e Cultura dos Ofícios, nome dado à primeira fase do projeto têm como proposta central o registro da memória de idosos, em especial aquela relativa aos saberes e fazeres que envolvam os ofícios artesanais e manufatureiros. O Museu de Artes e Ofícios de Belo Horizonte tem como uma de suas intenções fazer o registro da memória dos ofícios, ação ainda incipiente. Portanto o referido Projeto propõe o desenvolvimento de um programa de história oral nas dependências do MAO, por meio do registro da memória dos idosos que detêm a “cultura dos ofícios”.

Segundo as premissas da História Oral, que constitui o aporte teórico-metodológico do presente trabalho, desenvolvemos as coordenadas para a operacionalização do Projeto.

A primeira fase do projeto está em fase de conclusão com a realização da captura dos últimos depoimentos.Como desdobramento do sucesso dessa parceria, foi aprovado junto ao PROEX/PUC a segunda fase do projeto denominado ‘A vida e a Voz dos Ofícios: educação e memória no Museu de Artes e Ofícios’.

 

 

Circuito de Museus – Prefeitura Municipal de Belo Horizonte – Secretaria Municipal de Educação:   a partir de 2011

Iniciado em de abril de 2011, o 5º Circuito de Museus, proposto pela Prefeitura de Belo Horizonte por meio da Secretaria Municipal de Educação e do Programa BH para Cria, se propõe a exploração pelos estudantes da rede de diversos espaços educativos da cidade. Conta com a parceria de 12 instituições da capital que se dividem em quatro circuitos:Circuito Histórico, Circuito Artes Plásticas, Circuito Ciências e Tecnologia e Circuito Território Negro.

O MAO integra o Circuito Território Negro – eleito para a exploração da Trilha Afro-Brasileira, lançada em maio de 2012 pelo Museu de Artes e Ofícios, nela se propõe a reflexão sobre a importância do trabalho e da cultura negra para a formação da sociedade brasileira.